26 de dezembro de 2016

Eu que fiz - 2016 {itens de decoração}

Mostrei anteriormente os bichinhos fofos que fiz esse ano. Agora vou mostrar algumas coisinhas que foram criadas para minha casa e para a casa de algumas amigas.

1) Tapete feito com passadeiras. Juntei três passadeiras de algodão medindo 0,5x2,0 metros cada e costurei com uma linha de crochê mais fina. Agora tenho um tapete gostoso e fácil de lavar.
 

2) Capa de crochê para vaso. Depois que ganhei essa plantinha linda, já fiquei pensando numa capa de crochê bem colorida para o vaso. Usei também uma faixa de tecido para finalizar.


3) Guirlanda de corações para colocar na janela. Essa fofa aí foi feita para a casa de campo de uma amiga. Ficou muito delicada.


Os corações em detalhe.


4) Móbile de bules e xícaras em cores alegres. Falei dele neste post aqui.


5) Outro móbile decorativo. Esse foi para uma apaixonada por livro. Contei tudo aqui.


 6) Marcadores de livro. Presentinhos para um grupo de leitura.


7) Quadrinho em bordado livre. Experimento recente, mas cheio de fofura.


 8) Móbiles natalinos.

 9) Árvore de Natal decorada com pompons, lacinhos estampados e fita grelô.


10) Mural de cortiça cortada em formados variados. O ambiente de trabalho ficou mais alegre!



Agora é pensar nos projetinhos de 2017!

19 de dezembro de 2016

Eu que fiz - 2016 {bichinhos}

Eu confesso que fiz bem menos que gostaria ao longo deste  ano. Mas já nem ligo mais. A vida segue seu caminho do jeito que dá, no ritmo que posso e que me faz bem.

No quesito hobby também fiquei bem aquém, viu. Mas algumas coisas bacanas saíram do plano imaginário e foram para a vida concreta. E já que estamos quase terminando o ano, resolvi fazer uma espécie de retrospectiva dessa parte, digamos, craft da minha vida.

E vamos começar pelo que acho mais fofo: os bichinhos. Essa história de fazer bichinhos para crianças começou com a boneca da Mariana (falei dela nesse post aqui). E depois retomei isso com a boneca que fiz para Alice (acho que nunca mostrei aqui, mostro em outro post). E neste ano fui mais ativa, fazendo e testando novos moldes, tecidos e modelos.

O último bichinho que fiz foi essa ratinha fofa aí. Ah, os tecidos que usei nela foram presentes de uma amiga. Então só queria uma desculpa para usá-los.


Também foi muito legal (e desafiador) fazer essa preguiça.


As naninhas gatinhas!!! Gostei tanto que fiz várias!



 
O ursinho colorido do Felipe também entrou nessa lista de fofuras!


Mas nem só de tecidos nascem esses bichinhos. Também rolou um ursinho de crochê. Olha só!

Espero no ano que vem criar mais e aprimorar esses modelos (tudo peça piloto, filho único!). Diz aí, qual vocês mais gostaram?

12 de dezembro de 2016

Embalagens fofas {saquinhos repaginados}

Vez eu outra preciso embalar um presente que não é comprado em loja (ou não vem numa embalagem legal). E geralmente lanço mão do que tenho em casa. Os saquinhos para embalar sapatos são os meus prediletos nessa missão. Mas, claro, preciso dar um jeito de disfarçar a marca estampada na embalagem.

Já fiz isso muitas vezes, mas aproveitei e fotografei dois passo-a-passo para mostrar algumas ideias.

SAQUINHO 1

Ele já veio em algodão e com esse desenho fofo. Usei fita grelô (ou mini-pompom), fita de gorgurão, além de tesoura, linha e agulha.



Como precisava de uma embalagem menor, aproveitei e cortei exatamente onde ficava o nome da marca. Em seguida fechei a base e costurei por cima a fita grelô.


Retirei o cordão original, fiz outros furos na parte superior e central do saquinho. E coloquei a fita de gorgurão. 




Prontinho. Foi só colocar o presente lá dentro (era um kit de tiaras) e dar o laço!




SAQUINHO 2

Esse é feito em TNT e tem um base de plástico transparente. Usei um retalho de tecido, fita de algodão cru, carimbos, além de tesoura, linhas e agulhas.



Fiz a tag "com amor" usando os carimbos de letras sobre a fita de algodão. Costurei a fita sobre o tecido estampado. Depois costurei o tecido na parte de frente do saquinho.



Também troquei o cordão sintético por esse de algodão cru (não apareceu na primeira foto) e fiz novos furos para acomodá-los.
 

Ficou assim!

 Prontinho! Aqui já com o presente embalado com papel de seda para não aparecer na parte transparente.


Achei também nos meus arquivos algo similar. Aqui coloquei o nome do presenteado no tecido e costurei. Não tinha papel para disfarçar o presente no dia. Foi exibido assim mesmo! hahaha



26 de agosto de 2016

Naninha gatinha {produção em série}

Um convite para um chá de bebê. Pronto! Arranjei um compromisso para dar um tempo de outros compromissos e conseguir me dedicar a algumas das minhas prendices.
 
Como sempre, um projeto novo. Um molde que vou desenhando sem saber ao certo o que vai sair no final. Escolho os tecidos, bordo, costuro, penso nos detalhes finais e... eis que saiu essa naninha aí. Gatinha fofa!
 
Como fiz um molde simples e com costuras fáceis, consegui me animar e fazer mais três dessa fofurinha. Isso pra mim é praticamente uma super produção em série. Só não consigo fazer igual, nem nos tecidos, nem nos cortes, nem nos errinhos de costura. Algumas já até seguiram viagem.





Ano que vem eu volto aqui! (santo exagero)

21 de abril de 2016

Do baú dos desejos {o ursinho do Felipe}

Hoje foi contar um pouco da história desse ursinho. Tem mais coisa dentro de mim, mas não consigo expor aqui.


Foi feito para o Felipe, o bebê de uma amiga. Fazê-lo foi um processo longo - em parte, como sempre, pela correria dos dias.

Quando soube que ela estava grávida, desejei imediatamente lhe presentear com algo, mas nunca havia lhe dito o que exatamente. Ficou apenas guardado no baú dos desejos.

Um dia cheguei em casa, separei os tecidos - uns comprados e outros sobras de tecido que ganhei da minha mãe. E só.

Muito tempo depois decido o que vou fazer. Esboço um desenho. Eu sempre prefiro fazer meus moldes, mesmo sabendo do risco que é fazer algo pela primeira vez e nunca testado antes. Isso me dá um sabor de desafio e de expectativa, embora tenha que lidar com a frustração das imperfeições inesperadas - faz parte!

Alguns fatos inesperados e ... guardo novamente aquilo por alguns longos meses.

Felipe nasceu. Resolvo, então, encarar novamente aquele desafio a que me propus. Corto os tecidos. Paro novamente. Bordo os detalhes. Guardo mais um pouquinho.
Até que, enfim, costuro e embalo.

Saquinho decorado com um pedaço de tecido.
Pintei o nome do Felipe com carimbo de letras. 

Está pronto e com uma visita agendada...


5 de abril de 2016

Detalhes para um novo lar {móbile de bules e xícaras}

Quando me mudei para Itajubá fiquei num meio termo entre a escolha por uma moradia provisória e fazer daquele espaço um cafofo adorável para se viver (acho que ainda estou nesse dilema!). Era uma quitinete. Pequena, mas com espaço suficiente para eu fazer divisões criativas de sala, quarto e cozinha. Pena nunca ter tirado umas fotos bacanas, porque eu particularmente achava bem legal.

Para lá, levei alguns móveis antigos de casa, alguns doados pela minha mãe. Comprei alguns novos e dei novas funções. E também fiz alguns mimos para decorá-lo. Umas das coisas que fiz na época foi um móbile de bules e xícaras para colocar na cozinha (o da foto ao lado). Esse móbile representa um pouco do prazer que foi ter organizado e vivido naquela que foi minha primeira moradia em Itajubá. Sinto saudades às vezes!

O tempo passa, vou para uma nova casa, conheço novas pessoas. E uma delas, que recém chegou em Itajubá e está nessa fase de fazer do seu espaço o lugar mais agradável para se viver, resolve gostar e me pedir justamente o que? Um móbile igual àquele pendurado na minha cozinha.

Fazê-lo foi reviver um momento prazeroso. Foi desejar que ele traga beleza e sentido a seu novo lar, tanto quanto aquele que está na minha casa.

Alguns detalhes mudaram, pois tive que fazer um novo molde e nunca fica igual. Também mudei as cores: bem mais alegres, acho que combina com a dona - de alma leve e sorriso farto!





Aqui, alguns detalhes da produção. Tecidos cortados, seguindo o molde. Depois foram costurados com linha de bordado e preenchidos com espuma siliconada. Recortes florais foram colados no final.





Detalhes da peça pronta, já presas a um cordão de linha de crochê decorados com pequenos botões.







26 de março de 2016

Para um cantinho de leitura {móbile}

Já fazia algum tempo que estava devendo um mimo para uma amiga. A demora era em parte por falta de tempo mesmo e em parte por não saber exatamente o que criar. Poderia ser algo que já tinha feito - isso seria um caminho mais fácil. Mas não. Precisava pensar em algo que tivesse ligação com seus gostos, suas histórias, seu universo.

Leitora (quase que compulsiva!) e dona do blog Todos Somos Leitores, pensei em móbile para decorar seu cantinho de leitura. E saiu isso aqui:




- Fiz os moldes e cortei os tecidos:


- Costurei e coloquei o enchimento.


- Colei alguns apliques de flores de tecido. Prendi as peças em uma linha dupla de crochê decorada com alguns botões.




E o resultado final ficou assim:



Fofo, não? O que acharam?